| 


Home
Nando Reis quer ser brega
Segunda-feira - 08/05/2006
 
José Fernando Gomes dos Reis, simplesmente Nando Reis ou ainda o ruivo mais talentoso do Brasil. O ex-baixista dos Titãs, que começou sua carreira musical no grupo em 1982, conquistou espaço como um dos principais compositores da música pop brasileira, e também como um dos mais modernos arranjadores e letristas. Agora, volta à cena com um novo álbum "Sim e Não", cheio de canções inéditas que falam sobre a diversidade do amor e um novo show que estréia em agosto, no Canecão, Rio. Entre a correria do lançamento do novo CD, o compositor recebeu EGO em seu estúdio paulistano e falou um pouco sobre o momento atual, algumas curiosidades de sua carreira e admitiu que se brega faz sucesso, não se importaria em unir-se ao time dos cafonas. Confira a entrevista:
01. É verdade que todas as suas composições envolvem fatos pessoais da sua vida?
De modo geral sim. Porque acho que o que me estimula a compor são experiências pessoais. A música tem uma função terapêutica de esclarecimento. É uma busca de compreensão ou de expressão que acaba necessariamente passando por um processo de formatação que elucida criações, dúvidas. Não é nem resposta nem pergunta, nem afirmação, é uma expressão. Levei um enorme susto quando reparei que em meu primeiro disco, quase todas as músicas eram em primeira pessoa. E isso tem se repetido. 
Leia mais...
 
Revista ao Vivo entrevista Nando Reis

Nando Reis fala de sua trajetória de mais de 20 anos, em que escreveu parte da história da música brasileira, seja como cantor, compositor ou produtor

Guilherme Meduza
guilherme.meduza@revistaaovivo.com.br

Era uma sexta-feira quente. A entrevista, que deveria ter ocorrido durante a passagem de som, foi adiada diversas vezes no decorrer do dia. Depois de várias ligações, chega a informação: será no camarim, um pouco antes do show. Putz! Isso significava se acotovelar com outros órgãos de imprensa por cada minuto precioso em um ambiente barulhento, confuso. Pressa, artista avoado, desinteressado, arredio. Acreditávamos que não daria mais para fazer uma matéria de capa, mas uma entrevista pequena e sem graça.

Mas não. Apesar de toda a confusão, gente comendo e bebendo em um camarim cheio, a casa já lotada com o som alto martelando no ouvido, Nando Reis foi simpático, interessado e falou sobre diversos aspectos de sua carreira. Desde a sua coluna sobre futebol, Titãs, Cássia Eller, sua relação com o público e com sua arte.

Revista Ao Vivo: Como você avalia o poder da música de atingir as pessoas de formas diferentes?


 
 
Leia mais...
 
Conheça os vencedores do VMB 2007

NX Zero saiu de lá com dois prêmios

O NX Zero foi o grande vencedor da 13a edição do Video Music Brasil (VMB), premiação da MTV tupiniquim aos artistas que se destacaram no ano. A banda levou o prêmio nas categorias Artista do Ano e Hit do Ano, com “Razões e Emoções”.

A festa da entrega dos prêmios correu sem grandes atropelos, com uma Daniella Cicarelli fazendo as honras à vontade e conduzindo a cerimônia com simpatia e tranqüilidade. A abertura ficou por conta do Juliette And The Licks, que fez a apresentação mais enérgica da noite, cantando o single “Hot Kiss”. Simpática, Juliette Lewis, líder da banda e atriz hollywoodiana, ainda voltou ao palco para chamar a apresentação da cantora Pitty, que mais uma vez não fez jus à escolha dos espectadores da emissora como vocalista da Banda dos Sonhos. Os outros integrantes eleitos pela audiência foram Japinha (bateria), Champignon (baixo) e Fabrizio Martinelli (guitarra), exatamente a mesma escalação do ano passado. Em um acesso de sinceridade, João Gordo chamou a trupe, que improvisou “Ainda É Cedo”, da Legião Urbana, de banda dos pesadelos.

Leia mais...
 
EFC Fortaleza bate recorde de participações
03/09/07
{mosgoogle no}
O Eu Faço Cultura chega na metade das semanas culturais e já tem muito o quê comemorar. Por onde passa, o EFC deixa a sua marca e ganha muito elogios. Fortaleza foi a 15ª cidade a receber o projeto e bateu recorde de participações nas oficinas e no show. Ao todo, foram mais de 100 pessoas inscritas em cada oficina - música e fotografia, e mais de 5.300 pessoas conferiram o show Luau MTV, do cantor Nando Reis.

“A oficina de música foi completamente diferente do que eu imaginava. Foi muito melhor e me surpreendi. Ótima didática e um excelente aproveitamento. Toda a equipe do Eu Faço Cultura está de parabéns”, declara Lucas Mota, aluno da oficina de música.

Leia mais...
 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 Próximo > Fim >>

Resultados 26 - 30 de 34
RocketTheme Joomla Templates